Setor sucroalcooleiro deve ser fortalecido, afirma Levy

Realinhamento de preços e condições climáticas devem ajudar o setor a retomar a competitividade "com bastante vigor", de acordo com o ministro da Fazenda.

O novo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, sinalizou que não atenderá de forma específica o setor sucroalcooleiro. A Fazenda, de acordo com ele, atuará de modo geral, oferecendo medidas microeconômicas. Ele também conta com a evolução do realinhamento de preços. Com isso e com as condições climáticas, de acordo com o ministro, o setor sucroalcooleiro terá condições de retomar a competitividade "com bastante vigor". "Acredito que várias coisas que a gente está fazendo, realinhamento de preços, tendem a dar um alento a esse setor", considerou.

Levy disse saber de algumas áreas em que há investimento em novas tecnologias, que também já estão criando oportunidades. "Certamente, a filosofia vai ser reorganizar, dar sinalização de preço adequado", disse, acrescentando ser saudável para qualquer setor ter quem entra e quem sai - os que compram e os que são vendidos (Agência Estado, 5/1/15)