Segundo leilão de Pepro negocia 1,63 milhão de toneladas de milho

Mato Grosso ofertou neste leilão 1,45 milhão de toneladas. O volume de milho do estado gerou negócios de R$ 60,3 milhões.
No segundo leilão do Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro) da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), foram negociados 93,63% do volume total de 1,75 milhão de toneladas de milho ofertadas nesta quinta-feira (28). Assegurou-se a venda de um volume de 1,63 milhão de toneladas do cereal, que geraram um valor de investimentos de R$ 65,2 milhões.
As cinco regiões de Mato Grosso ofertaram um total de 1,45 milhão de toneladas neste leilão, dos quais foram vendidos 1,43 milhão de toneladas, movimentando R$ 60,3 milhões em negócios. A região II e I foram as que mais ofertaram milho, sendo 550 mil toneladas e 500 mil toneladas, respectivamente, volume 100% vendido.
A região V desse estado apresentou a menor comercialização, com um percentual de venda de 70,15%, o que significa que pouco mais de 35 mil toneladas foram vendidas diante das 50 mil ofertadas por esta região.
O estado de Goiás e a região norte de Mato Grosso do Sul também participam dos leilões, com 75 mil toneladas cada. No edital deste leilão foram inclusos as regiões do oeste da Bahia, Sul do Maranhão e do sul do Piauí.
A comprovação do escoamento do produto deverá ser efetuada até a data limite de 24 de fevereiro de 2015, quando deve ser entregue a cópia de toda a documentação exigida na comprovação, acompanhada dos respectivos originais, para autenticação pela Conab (G1, 28/8/14)