Exportações de suco param de cair neste início de safra 2014/15

Uma boa notícia para o setor de citricultura. As exportações de suco de laranja pararam de cair neste primeiro trimestre da safra 2014/15. A safra tem início em julho e termina em junho do período seguinte.
As exportações de julho a setembro repetiram o volume do ano passado, somando 248 mil toneladas. Há três safras, esse volume era de 307 mil no período.
"É uma boa notícia, que vem dos Estados Unidos e dos países emergentes, onde a demanda por suco cresceu neste trimestre", segundo Ibiapaba Netto, diretor-executivo do CitrusBr.
Ele adverte, no entanto, que, para se confirmar como boa notícia, esse crescimento deverá se repetir nos próximos anos.
A base de importação dessas regiões ainda é baixa em relação à da Europa, que mantém intensa desaceleração no consumo.
A Europa, cujas importações recuaram para 152 mil toneladas neste início de safra, 20% menos do que em igual período de 2013/14, é responsável por 61% das exportações de suco brasileiro.
A América do Norte, o segundo maior mercado para o suco brasileiro, deu um bom salto nas importações, comprando 71 mil toneladas de julho a setembro, 69% mais do que em igual período da safra anterior.
A boa notícia para o setor veio também do mercado asiático, que, embora ainda pequeno, mostrou crescimento de 60%. Os países da Ásia compraram 22 mil toneladas neste início de safra.
Ibiapaba afirma que um avanço contínuo da demanda nos próximos anos nessas regiões pode diminuir os efeitos da queda das importações da Europa (Folha de S.Paulo, 30/10/14)